outrossites

O Percorso Ensemble é dedicado à divulgação de obras do século XX e de hoje. Grupo formado em sua maioria por músicos da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo) e de instrumentistas influentes no cenário musical paulista. Fundado em 2002 pelo maestro e percussionista Ricardo Bologna, é um grupo independente que se mantém pelo objetivo de seus integrantes de estimular a criação de novas obras, realizar concertos com obras tradicionais e do repertório contemporâneo e despertar no público um maior envolvimento com essa música.

Em 2002 realizou seus primeiros concertos executando a História do Soldado de I. Stravinsky, com grande sucesso de público e crítica.

Em 2003 realizou a primeira audição brasileira da obra “Persephassa” do compositor Iannis Xenakis.

No ano de 2004, estreou nacionalmente a obra “Pulsares” do compositor Flo Menezes, tocou no Festival de Música de Câmara de Tatuí, no Teatro Popular do SESI (obras para música cênica) e foi solista com a Orquestra Sinfonia Cultura (obras de Corrêa e Ficarelli).

Em 2005 participou da I Mostra de Música Cênica do Sesc Ipiranga, da série Todos os Tons da Universidade Livre de Música e de dois concertos em torno da obra minimalista de Steve Reich (Sesc Vila Mariana e Sesi Avenida Paulista).

Dentre vários projetos em 2006 realizou dois concertos no Festival de Música Nova, tendo como convidada a renomada cantora Céline Imbert e tocou no projeto Meio-dia no Olido (obras de Villa-Lobos, Gnatalli, Pereira e Bernstein).

Em 2007 o Percorso fez o lançamento de seu primeiro CD, “Berio+” pelo Selo Sesc SP, com obras de Luciano Berio, Arrigo Barnabé e Eduardo Álvares. Nesse mesmo ano realizou um concerto no Espaço Cultural CPFL focalizando obras de Boulez, Ligeti e Stockhausen.

Dentre várias realizações em 2008 destacam-se: a gravação de um CD duplo com obras de jovens compositores brasileiros patrocinado pela Petrobrás, a participação como grupo convidado da temporada do Coro de Câmara de Curitiba, apresentação no 43º Festival Música Nova (apresentando pela primeira vez no Brasil a “Kammerkonzert” do compositor Giorgy Ligeti) e a realização de um concerto focalizando a obra de Steve Reich na Mostra de Artes do Sesc.

Em 2009 se apresentou no Sesc São José dos Campos abordando obras do repertório impressionista e, dentro das comemorações do Ano da França no Brasil, realizou um concerto no Sesc Santana tendo como convidado o percussionista Florent Jodelet executando em primeira audição brasileira obras de Matalon e Markeas.

Em 2010 realizou concertos focalizando a obra de John Cage, o Teatro Musical e compositores brasileiros do século XXI.

 


Ricardo Bologna

RicardoRicardo Bologna é timpanista solista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), professor do Departamento de Música da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e regente da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal. Bacharel pela Unesp, mestre pela “Haute École de Musique de Genève” e “Artist Diploma” pelo “Rotterdam Conservatorium”, Ricardo teve como seus principais professores Elizabeth Del Grande, Carlos Stasi, John Boudler, Yves Brustaux, William Blank e Robert van Sice. Foi integrante do “Ensemble Contrechamps” de música contemporânea, onde participou de festivais internacionais de música em Paris, Roma, Lion e Milão, com gravação de vários Cds.

Clique aqui para mais

Em 1989 fundou o Duo Contexto de percussão com o percussionista Eduardo Leandro, premiado no VI Prêmio Eldorado de Música (1991). Em 1993 o Duo se torna grupo residente no Centro Internacional de Percussão em Genebra, Suíça, realizando concertos nos festivais “Archipel-Musiques d’aujourd’hui” e “La Batîe”, assim como vários concertos pela Europa. Em 1996 ganham o primeiro prêmio no “Internationaler Musikwettbewerb für die jünge Kultur” em Dusseldorf, Alemanha. A partir de 1998 realizam concertos no Japão, Europa e Estados Unidos, com a participação da flautista Verena Bosshart. Em 2001 fizeram parte do júri do “Concurso Internacional de Marimbas da cidade de Suita-Osaka”, Japão. O Duo Contexto foi grupo em residência nos Festivais de Campos do Jordão em 2004 e 2005. Em 2009 foi lançado o primeiro CD do Duo, pelo selo Sesc São Paulo com obras de compositores brasileiros. Em 2010 está previsto o lançamento de seu segundo CD, com obras de compositores suíços encomendadas para o Duo Contexto e Verena Bosshart. Em 2002, fundou o Percorso Ensemble, grupo especializado na execução do repertório dos séculos XX e XXI, que realiza vários concertos pelo Brasil. Em 2007 o Percorso lançou seu primeiro CD pelo selo Sesc, com a participação da cantora Céline Imbert com obras de Berio, Álvares e Barnabé. Em 2009, com patrocínio da Petrobras, foi lançado o segundo CD do Percorso com obras de jovens compositores brasileiros. Ricardo Bologna também trabalha como regente. Dirigiu as Orquestras Sinfônicas do Conservatório de Genebra, de Minas Gerais , São Bernardo do Campo, Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, Sinfônica da Usp, Coro da Camerata de Curitiba e Orquestra de Câmara de Curitiba. Recentemente regeu o Grupo de Câmara da Osesp dentro da temporada 2009 de concertos. Foi percussionista convidado na “Orchestre de la Suisse Romande”, sob a direção de Armin Jordan, Fabio Luisi, Gerd Albrecht, Kurt Sanderling, entre outros; com vários CDs gravados e uma tournée pelo Japão e Estados Unidos.

 

 

 

Musicos